Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Elástico

Imagem
Quem não lembra dessa brincadeira na infância? Pois saibam que ela surgiu na Idade Média e foi uma grande moda nos anos 80. A brincadeira consiste em um grande elástico ( por volta de 2 metros) preso nas pernas de duas crianças, uma de frente para outra, e uma terceira faz uma seqüência de movimentos, se errar passa a vez e se acertar os movimentos vão ficando cada vez mais complicados. O elástico por sua vez vai subindo, dos tornozelos para as pernas, depois para os joelhos, coxas, quadril, cintura e tem gente que brinca até com ele na cabeça.  Claro que com as crianças pequenas não precisamos complicar tanto e também podemos ver que movimentos podem criar com as pernas, pés, pulos. Uma seqüência bem simples é: pular dentro, pular fora, pular em cima do elástico.O mais divertido nisso é pular muito e rir demais!!



Tintampinhas!!

Imagem
Junte tinta guache, tinta plástica e dê outras possibilidades de pintura e veja do que as crianças são capazes. Usamos pincel convencional, escovas de dente e é claro o título da nossa postagem: tampinhas!!!

Pinceladas convencionais:




Tampinhas para carimbar ou contornar:



O nosso quintal!!!

Imagem
É um grande desafio o trabalho na Educação Infantil, maior ainda é ir contra uma corrente antiga e impregnada da escolarização e da preparação da infância para algo ou alguma coisa. É um desconsiderar a criança, achá-la incapaz ou um não-ser, ou pior, um vir a ser pois ainda não é. Desvincilhar-se desse caos e passar a perceber o mundo além da sala é perceber uma criança produtora de cultura. E em outros espaços, em outras interações o mundo se abre, se amplia, e o que era apenas professor-criança, criança-criança, criança-professor passa a ser criança, flor, árvore, terra, areia, criança, professor, sol, chuva, aranha, formiga, borboleta, criança, mato, vento, fumaça, água. Sabemos que cada vez mais as crianças são confinadas nas zonas urbanas, seja pela falta de segurança e pela violência, seja pelas construções cada vez menores, ficam horas presas limitando-se a brincar com jogos e vídeos, sendo assim a Educação Infantil uma das únicas oportunidades delas interagirem e entenderem …