Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

Experimentar, descobrir e brincar com o gelo

Imagem
Em uma tarde no parque Edson se machucou na perna, nada grave, só uma pequena escoriação. Para consolá-lo peguei um gelo, coloquei no saquinho e depois em sua perna. Ele ficou segurando um pouco e me afastei, logo outras crianças chegaram para saber o que havia acontecido e viram o gelo em sua perna: " É muito gelado" ele disse, então as crianças quiseram sentir também dizendo: " Ahhh, eu me machuquei aqui" e apontavam para a cabeça, e o Edson alí colocava o gelo. As crianças riam, gritavam e inventavam novos "machucados" na perna, no braço, na barriga... Já havia formado uma roda em torno dele e, claro o gelo derreteu no saquinho que virou um brinquedo para eles, correndo pelo parque carregando-o. Vendo tudo isso tive então a ideia de trazer o gelo para a sala, peguei alguns cubos em bacias e distribui nas mesas para que eles pudessem ver, sentir, tocar e alguns até colocaram na boca para sentir o gosto dele. Perguntei o que era aquilo e todos responder…

O vento, o tecido e a brincadeira

Imagem
Já mostramos várias vezes, várias maneiras de trazer tecidos para as crianças. Essa é mais uma proposta que junta o vento como elemento fascinador da brincadeira. Quem nunca delirou quando a cortina da casa da mãe voava até o teto? Ou passava no meio dos lençóis lavados (o que podia render uma bela bronca)? Penduramos alguns tecidos em vários espaços do parque e o resultado foi pura diversão para as crianças, que criaram, imaginaram, sonharam e brincaram com eles.